sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Ah e tal, cortar cabelo

... já foi. Não há que pensar demasiado em algumas coisas.
Foi ontem. Entrar no cabeleireiro e insistir com a senhora para que o cortasse. Estava com medo - não eu, mas a cabeleireira.
Cab - Mas tem a certeza? Esta tão comprido...
Eu - Vá, corte. Não tenha medo que eu não tenho. O cabelo cresce. E com a crise até vou poupar dinheiro em água, electricidade, champô e amaciador. Pegue na tesoura e avance.
...
...
Eu - Sabe que o corte que pedi é mais curto que isso, não sabe?
Cab - É que você ainda me sai daqui a chorar...
Eu - Se eu não quisesse cortar, não vinha aqui. Já o tive mais comprido do que agora e rapei-o. Se for a comparar, até nem é um corte assim tão radical.

Senhora do lado - Ai menina... você tem coragem...
Eu - Se fosse para me cortarem um braço ou algo assim, preocupava-me. Agora cabelo?

E foi assim o tempo todo. Salão parado a olhar e eu a incentivar a cabeleireira a cortar o cabelo, a incentivar, não fosse ela mudar de ideias e eu sair com o cabelo cortado a metade. Foi giro. E já está.

No final gostou do visual. Eu adorei. Ainda me tentou convencer a umas madeixas, sem sucesso:
Eu - Minha senhora, durante 12 anos andei a pintar o cabelo, a experimentar todas as cores que havia. Agora prefiro mantê-lo au naturel. Antes pintava para evitar cortar, agora corto para evitar pintar. São opções.

9 comentários:

I. disse...

Aqui há um mês cortei uns dez centímetros de cabelo. Adorei o resultado, foi quase uma libertação. Estava fartinha de elásticos, rabos de cavalo, cabelo a parecer uma esfregona um dia depois de o lavar.
Olha, está parecido com as fotos que postaste (só que eu não tenho 1,72m e 58kg, aahhhhhhh, se a inveja matasse estava aqui esticadinha ;P)

Crente disse...

I. - As proporções não foram sempre estas. Um dia acordei e decidi-me a mudanças. Dá trabalho? Muito. Mas sabe bem :)
Então andamos as duas com o mesmo corte agora :) Tenho a dizer que me sinto mais leve (tinha o cabelo já a passar o meio das costas), mais jovem, mais fresca. Andava também, como tu, sempre com ele apanhado... Vida nova! Espero que seja o início de várias mudanças na minha vida. Para melhor, claro.

Manuela disse...

Crente, corajosa, parabéns. Foi tudo ao contrário, tu é que incentivavas a cabeleireira, engraçado :)
Bom fim-de-semana e beijinhos :)

Crente disse...

Manuela: Obrigada! Nunca tinha visto uma cabeleireira com receio de cortar cabelo. Normalmente até esfregam as mãos de contentes... Bom fim de semana para ti também ;)

Sonhadora disse...

Acho que é justo mostrares o antes e o depois ;)

Madame Pirulitos disse...

Adoro-te mais um bocadinho!!
és igual a mim. iguallll.
E também já o tinha comprido e rapei:)

Crente disse...

Sonhadora: pedido cumprido :)

Madame Pirulitos: raro encontrar alguem como eu! Agora fiquei contente :) Obrigada

Paula NoGuerra disse...

O importante é TU gostares... e se te sentes linda, nós também!
Beijocas doces****

melinha disse...

Ui! Acabou de me contagiar. Acho que na terça, de manhã, já sei o que vou fazer :-)