quarta-feira, 14 de abril de 2010

Hoje é dia de...

... o pimpolho fazer 3 anos! Três! T-R-Ê-S!! Sim, para mim é importantíssimo...
Há três anos atrás estava eu... Vou fazer aqui uma pausa. Grávidas não leiam. É um semi-relato do meu parto. Se está grávida não leia. Grávida não quer saber estas coisas. Acredite. Eu se estivesse grávida também não queria ler. Vai daí, daqui para a frente, a responsabilidade de terem pensamentos e ou sonhos/pesadelos estranhos não é minha.
Continuando, há três anos estava eu internada no hospital, longe de casa, que estava de férias de Páscoa. Internada já há uma semana. E no quarto início de parto - mas desta vez com hemorragias. E em pânico. A vantagem é que já dominava as contracções ao ponto de nem sentir metade. Só as 11h50 é que me fizeram uma ecografia: que estava tudo bem, que já tinha mais de metade da dilatação, que desta vez iam deixar o trabalho de parto prosseguir, que não me preocupasse com a hemorragia que não era nada de mais. E lá prosseguiu. Às 16h30 apercebem-se (a bela da enfermeira anjo que lá me foi ver) que a hemorragia piorou, drasticamente. Eu já mais para lá que para cá - não sentia nadinha, não havia contracção que me fizesse respirar mais fundo, nem notei que o pimpolho já estava quase à porta de saída. Assim, de repente, tenho não sei quanta malta à minha volta: médica aos berros que tem de ser cesariana, enfermeira aos berros para saber quem era responsável por mim, anestesista aos berros a perguntar quanto peso para ir a correr para baixo preparar a anestesia, mais umas enfermeiras a despirem-me e afins. Uma festa e eu a convidada principal. Pareceu-me foi uma festa surpresa mal preparada...
Às 17h44 do dia 14/04/2007, com 28 semanas, nasce o pimpolho: 1370 gramas, 40 cm. Apgar 6 ao 1º minuto, 8 ao 5º. Nada mau. Mas depois complicou: eu entrei em paragem respiratória, o pimpolho estava desidratado, os pulmões começaram a preguiçar... Soube depois que a hemorragia foi um descolamento da placenta, antes do tempo. O meu organismo, cansado, literalmente cuspiu tudo - não pela ordem correcta.
O meu pimpolho esteve 2 horas a ser sustentado pelo ambu - esteve 2 horas com saturações (de oxigénio) entre os 20 e os 40%. O médico do meu pimpolho chegou mesmo a dizer que quem quisesse se podia ir despedir. Mas, carneirinho como ele é, enganou toda a gente e decidiu ficar por cá :)
As 5 semanas que estive nesse hospital ouvi o médico a dizer que eu devia preparar-me: seria certo que o bebé teria sequelas devido aos problemas de falta de oxigénio. As 2 semanas que estive no hospital seguinte, a mesma coisa.
Fiquei, por opção e possibilidade, o primeiro ano em casa com o meu filho: a estimular os sentidos, a promover a motricidade, a obrigá-lo a ser desenrascado e a ter de usar o cérebro. Ainda antes que algum médico confirmasse o prognóstico que lhe tinham dado.
Vai daí, hoje faz três anos. T-R-Ê-S! E é uma criança saudável! Igual aos outros. Já compensou os 3 meses que nasceu antes do tempo. Está, dito pelo médico que o viu nascer, fabuloso. Que se não soubesse a história dele, que não acreditaria. E eu, babada... e orgulhosa. Por ele e por mim...
É um grande marco que atingiu hoje...

P.S. - Grávida que tenha lido isto: eu avisei. Mas a curiosidade às vezes é tramada. Acrescento umas coisinhas: não me arrependo de nada, voltava a repetir. E sim, quero ter outro filho. Porque o que conta mesmo não é a história - é vê-lo todos os dias a sorrir :)

7 comentários:

Brisa disse...

Fico feliz pelo desfecho da história, que é o que mais interessa. Desejo tudo de bom para o pequerrucho e sua corajosa mamã! Beijinhos.

TouroCeptico disse...

Muitos parabéns aos dois!!

Beijinhos

susie disse...

Olá. Tenho passado por aquialgumas vezes, sem no entanto ter feito algum comentário. Hoje não podia deixar de o fazer. O teu relato arrepiou-me e emocionou-me. O amor vence tudo, não é? Parabéns pelos três anos do teu filhote.beijinho
Susie

Crente disse...

Obrigada a todos :) Foi um dia excelente e hoje tem a festa na escolinha! Vai ser um sucesso, pelo menos até à hora de ele ir novamente para Lisboa para mais um fim de semana...

Suspiro disse...

Que história linda :) com um final muito feliz! Parabéns ao pimpolho e à mamã babada! ;) beijocas

Crente disse...

Suspiro: Obrigada!
Bjs

Madame Pirulitos disse...

Tive que vir ler mais para trás, tive que chegar até aqui.

Tu és de uma força sem igual.

Acho que não vais ver este e-mail e também não faz mal.

gosto-te muito.