segunda-feira, 5 de abril de 2010

IKEA num Sábado de tarde...

Era gente por todo o lado. Ou melhor, eram espanhóis por todo o lado. Todinhos os ladinhos e esquininhas e prateleiras. Tenho na ideia que até havia gente dentro dos roupeiros! Brotavam tipo flores num jardim primaveril e cada vez haviam mais. Sim, fui ao Ikea num sábado de tarde - mas não tenho mais tempo sem ser esse. E sim, fiz compras e vim de lá satisfeita. E a grande vantagem daquele armazém gigante estar cheio de malta e nos causar claustrofobia, é que se acaba por comprar menos e gastar menos - tudo porque queremos é pirar-nos dali de dentro bem depressa.
Depois foi montar aquelas tretas (eu lia as instruções e ele usava da força - que isto sim é partilhar hehehe), pedir à avó que devolvesse o pimpolho e ficar a curtir a casa. Já tenho suportes para as cortinas :) mas não tenho cortinas... Já tenho mesa na cozinha :) e a televisão da sala já não está no chão! Já dá para ver as futeboladas em condições - sim, sou menina de ficar a ver aqueles homens todos a correr pelo campo de calçãozinho e camisolas semi-justas.

2 comentários:

Brisa disse...

Da última vez que fui ao IKEA aquilo estava insuportavelmente cheio - de famílias completas apenas a passear! Felizmente, sabia bem ao que ia. O pai foi para um lado e eu e o puto fomos para outro. Chegámos ao armazém quase cozidos pela multidão e tivemos de esperar pelo pai. Felizmente, o armazém é muito mais alto e arejado, o que ajudou a ser uma espera confortável. Sou fão do IKEA mas só se for às 10 da manhã durante a semana!

Crente disse...

Bem que eu queria ir à semana, mas não consegui e já desesperava com a casa sem se parecer uma casa (a mesa do jardim no meio da cozinha...por exemplo)... É incrível como há tanta gente que só lá vai mesmo gastar tempo e passear! E estava um dia tão bonito cá fora que até me custou ir enfiar-me num local fechado e lotado...