terça-feira, 26 de abril de 2011

Não fiz nada

do planeado. Os roupeiros continuam à espera, avidamente, que lhes ponha as mãos em cima. Mas (e pode parecer estranho à primeira leitura) não tive tempo.
Ao fim de mais de um ano a morar no meu palácio, finalmente tenho um jardim (que é pequenito, deve ter uns 8 metros quadrados) na frente. Com relva e vasos. Relva verde, daquela a sério. Antes tinha uma queimada, completamente assoberbada por ervas daninhas e danadas. Foi tirar tudo, completamente. Colocar herbicida e esperar. Comprar relva em tapete e colocar por cima. Duas roseiras linda de morrer e plantar de estaca um ramo de buganvília, vermelho-sangue. Dizem que devemos regar duas vezes por dia (check!) e esperar (check!).



Finalmente comprámos (e foi bem em conta, muito menos do que esperávamos ao fim de um ano à procura) e montámos a pérgula no quintal. Deu para almoçar em família, na Páscoa, cá fora. À sombra e resguardados do mosquedo.

Montámos também o armário novo no quarto do Mister, que recebeu de prenda de aniversário. Separaram-se os brinquedos e livros e redistribuíram-se pelos novos espaços. Depois estive estivemos entretidos a construir o castelo de dragões que também tinha ganho de prenda (outra pechincha que fez um sucesso desmedido!).

Foi em cheio o fim de semana!

3 comentários:

Vera, a Loira disse...

Parece-me que sim, que foi em cheio. Cheio de diversão e de amor, que é o mais importante.

Mamã do Príncipe Pipoca disse...

Parece que foi em cheio mesmo! O meu terraço espera e desespera que me dê uma veneta dessas... Onde outrora existiam flores, existe agora mato mas ainda não cheguei lá...Um dia chego!
Bjs

Paula NoGuerra disse...

Um dia terei um terraço também ;D

Ainda bem que tiveste um dia em cheio... assim é que eles são ricos!

Bjs docinhos***