terça-feira, 18 de maio de 2010

O homem da relação

Não costuma ligar (telefonar) durante o dia à respectiva.
Raras vezes manda mensagens instantâneas.
Não percebe porque começam as discussões 89% das vezes.
Desses 89%, 95% das vezes não percebe a discussão.
Não se lembra das discussões depois de terminadas: 99%.
Fala mais com a mãezinha do que com a respectiva.
Quando chega a casa quer estender-se no sofá com uma bejeca.
Raramente amua. A principal causa disso é que desconhece o que é o amuo e para que serve.

Também na minha relação existe um homem. Para infelicidade minha, a maior parte das vezes sou eu. E dá uma trabalheira danada, como eu não imaginava possível.
Homens que por aí andam a aturar mulheres: a minha mais pura e sincera admiração.

2 comentários:

Brisa disse...

eheh
Lá em casa, vive-se em democracia: todos, puto incluído, temos muito mau feitio. Portanto, precisamos de paciência para nos aturarmos uns aos outros por igual.

Crente disse...

:) Se calhar o truque é eu ficar mais igual a ele...