segunda-feira, 24 de maio de 2010

Esta noite

Acordei com um "tumm" seguido de um choro. Pimpolho caiu da minha cama e acertou, pelo caminho, com a testa na esquina da mesa de cabeceira. Não abriu, fez daqueles buracos internos - está lá um buraco, com o belo desenho da esquina, mas não sangrou, pois não abriu. Tem aquela pisadura de sangue por baixo da pele.
A questão é: nem sabia que ele lá estava! O rapaz antes acordava, vinha até ao nosso quarto e pedia colo. Alguém acordava, obrigatoriamente, para o puxar para cima da cama e deitá-lo no meio. Agora já sobe sozinho, do alto dos seus 3 anos. E com a mesma facilidade com que sobe, também desce... Chorou pouco, como de costume. E passado meia-hora, quando nos arrastámos da cama, não se lembrava de nada. Só a mim é que me continua a doer a cabeça, como se tivesse sido eu a acertar na esquina, e o coração de mãe. Tenho de arranjar maneira de acordar quando ele trepa para a cama.

4 comentários:

Libelinha☆ disse...

Põe um guizo na porta, lol!... Pode ser que acordes, hehehe!...

Beijinhos ;P

Nirvana disse...

OAcho que é melhor ensiná-lo a deitar-se bem no meio da cama :)
Bjnhs

Brisa disse...

:) E pensar que eu tenho uma certa pena de o meu nunca querer ficar na nossa cama...

Crente disse...

:) Hoje lá se veio enfiar outra vez, já perto das 7h da manhã e.... direitinho para o meio de nós!
Brisa: sabe bem sim ele vir enfiar-se na nossa cama, mas não se dorme da mesma maneira. Mas acordar com os miminhos dele compensa!
Bjs