sexta-feira, 30 de setembro de 2011

E é preciso chegar a esta idade para aprender

Vocês não sabem, mas eu moro numa casa, numa aldeia. Muito porreira, por sinal, mas perdida no meio de nenhures. Porquê? Porque fica junto à praia :)
Continuando, estou lá há 1 ano e meio. Desde o início que tinha pouco pressão na água. O que para mim, que tinha sido uma moça da cidade, me pareceu normal.
Há cerca de 2 semanas andou lá a Indaqua a fazer umas obras na estrada. A pouca pressão de água que eu tinha, com a qual já nos tínhamos habituado a viver, diminuiu. Isso mesmo, piorou. Houve alturas que nem tinha pressão suficiente para fazer disparar a caldeira.
Ora eu, esperta, decidi ligar para a Indaqua e queixar-me do sucedido.
No dia seguinte passou por lá um piquete. Pelos vistos tinha o contador entupido (?).
Resultado? Já levamos todos uns bons banhos entretanto. Temos pressão para dar e vender. Estávamos tão habituados a abrir as torneiras completamente e agora, quando o fazemos, sai um esguicho de tal ordem, que encharca tudo.
Ano e meio, minhas beautiful people. Sou mesmo totózinha... Um simples telefonema e ficou resolvido.

10 comentários:

Rita disse...

Looooooooool

Be, agora toca a aproveitar os banhinhos :)

só 1 mulher disse...

Falta de tempo Crente, falta de tempo... Isso é que vai ser banhocas... pões mas é uns redutores nas torneiras, senão a conta dispara

1 beijinho

Paula NoGuerra disse...

O importante é que está resolvido!
Aproveita e toma umas boas banhocas xxxx

Libelinha☆ disse...

Ehehehe... Tomas banho quando queres e quando não queres ;P

Beijinhos ;P

Mamã do Príncipe Pipoca disse...

Às vezes andamos que tempos a "sofrer" para chegar à conclusão que a resolução do problema afinal era simples... até irrita! Mas como se costuma dizer... vale mais tarde que nunca...
Beijinhos

Sonia disse...

eheheh realmente ele há coisas

Brisa disse...

Antes assim, antes assim. E a qualidade dos vossos banhos, agora? :)

Paula NoGuerra disse...

Novamente desaparecida amiga!!!
COME BACK!!!!

CoisasDaGaja disse...

Assino o que disse a Paulinha! :))

D. disse...

Que aconteceu à crente, nunca mais cá veio!