terça-feira, 4 de janeiro de 2011

As prendas - parte I

O Comandante.
A troca de prendas pareceu um campeonato: ora toma lá a minha, ora dá cá a tua, à vez, recheados de gargalhadas, caras coradas e "não acredito... é mesmo?... não acredito... é mesmo?" que nos enchiam o coração à vez. Na minha opinião, ganhou ele. Embora a maior surpresa tenha ficado estampada na sua cara, o total de surpresas estampadas na minha foi superior. O rapaz esmerou-se, como se esmera sempre.
O trabalho tem-me levado a passar muito tempo fora de casa, principalmente agora com um cliente novo que me obriga a andar a passear por Portugal a implementar o novo software numas lojas de marca conhecida. Assim sendo, o notebook e respectivos acessórios foram embrulhados em sacos dessa mesma marca. Numa de que "ah e tal, não tive tempo para mais nada, fiz lá as minhas compras..." - e ele acreditou.
Ofereci-lhe uma camisola e uma t-shirt, para não dizer que não lhe ofereci roupa (ele gosta, está sempre a pedir e detesta andar às compras).
Depois foi a vez de lhe oferecer o notebook, seguido da respectiva mochila e rato. Sim, foi um sucesso. A expressão na cara dele ficou-me gravada na memória e isso é priceless. Para mim, foi um dos melhores momentos de 2010 :)
E foi só, que o dinheiro não dava para mais.
Continua daqui a pouquinho, que o post sobre as minhas prendas obriga a tirar fotos com o telemóvel...

6 comentários:

Libelinha☆ disse...

Estou super curiosa para ver isso =)

Beijinhos ;P

Costinhas disse...

quando conseguimos uma expressão dessas é verdadeiramente impagável :)

Paula NoGuerra disse...

Coisas dessas não têm preço!

Boa Crente ;D

Madame Pirulitos disse...

Que maravilha! Sabes que tens muita sorte??
:)

Crente disse...

Libelinha - A ver se é hoje :)

Costinhas - Soube-me pela vida ver a cara que ele fez :)

Paula - Exacto! :)

Pirulitos - Temos muita sorte sim. Nós e vocês ;)

Madame Pirulitos disse...

:):)