segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Conceitos: o castigo

Mister aos pontapés aos legos: chateou-se com uma construção qualquer que se partiu.

Eu: Mister, pára com isso! Não te quero aos pontapés às coisas!
Mister: Hmpf! Olha que depois não qué'o vê' bonecos, ouviste?
Eu: Ok.

Não é suposto ser eu a castigá-lo?

6 comentários:

Formiguinha disse...

O meu Formiguinho era assim como o
teu, quando se chateava ou não gostava
de algum brinquedo destruía tudo.
Uma vez afogou um carro que tocava
uma música de Natal (chinesa) e só
descansou quando ele se calou.

Beijinhos e boa semana.

Madame Pirulitos disse...

Acho que as nossas regras são lenga-lengas aos ouvidos deles:):)

um caso de inversão absoluta de papéis. Absoluta e deliciosa:):)

Paula NoGuerra disse...

Eles espantam-nos com a coisas mais engraçadas!
UM MIMO!

The Coiso disse...

Puto inteligente. Jogou por antecipação! :)

Uma boa parte de mim disse...

É o que se chama jogar por antecipação.

Crente disse...

Formiguinha - Olha que bela ideia me estás a dar... Tenho lá uns quantos que podiam ter esse mesmo destino ;)

Pirulitos - É com cada uma que ele se lembra. Esta fase do auto-castigar-se antes que eu o faço é giríssima :)

Paula - Obrigada :)

The Coiso - Estás a imaginar como será o meu futuro? Pois, eu também não. :)

Uma boa parte de mim - É um miúdo prevenido, pelo menos nisto :)